Total de visualizações de página

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

DOR INCURÁVEL


Cada dia mais, tenho sentido sua falta...

A dor da ausência é incurável.

Tenho aprendido que algumas coisas nunca mudam, que alguns sentimentos nunca voltam e que, outros, nunca serão esquecidos.

Pelo bem dos seus irmãos, deixei, para trás, alguns sonhos.

Regredi, praticamente, todo o caminho percorrido até então...

Por eles, e só por eles, faço qualquer esforço!

Mas, às vezes, me pergunto até quando vou me anular e deixar de viver coisas que me façam feliz.

Preciso encontrar forças pra voltar ao trabalho, porque vou enlouquecer ficando em casa como uma ‘mulherzinha de antigamente'.

Você sabe que nunca fui assim.

Mas o que a gente não sabe é como a vida muda depois da perda de um filho.

Como minha vida mudou depois de ter perdido você!

Outro dia, me coloquei a arrumar guarda-roupa e papelada porque, ‘caso eu morresse subitamente’, ninguém precisaria ficar xeretando minhas coisas. E, quando vou dormir, sempre deixo uma troca de roupa ‘ajeitada’ no canto do armário para qualquer emergência noturna.

Esforço-me para não transferir meus medos aos seus irmãos.

Certamente, eles já têm os próprios...

Minha concentração não anda boa, minha cabeça tem estado em nós.

Tá tudo tão esquisito que, além dos esquecimentos terem se tornado uma constante, outro dia não conseguia separar três reais em moedas pra pagar um negócio na quitanda.

Contei, recontei e desisti: troquei uma nota de cinco.

Em meio a tanta dor, sinto falta de amar de novo.

Sinto a imensa falta de um colo que me assegure que tudo vai ficar bem.

Quero que alguém me convença de que as coisas vão melhorar, que alguém me acolha e me deixe, ao menos por um tempo, sem as preocupações das coisas práticas da vida.

Eu preciso me descabelar em paz, sabe?

Tem coisas que quero te falar e não te tenho mais aqui.

Aí, ouço de um monte de gente que você pode me ouvir, mas isso não me basta.

Isso NÃO me basta!

Já quis morrer, e ainda quero às vezes...

Mas penso que, se isso acontecesse, a Ivy ficaria desesperada e, o Nícollas, se tornaria um perdido.

Aí, desisto! Eu os amo demais para morrer e deixar que outras pessoas se encarreguem de cuidar do que é meu.

Sempre fui assim...

O que é meu, é meu!

Enquanto não morro, não piro de vez e não fujo dessa droga de vida, vou tentando desempenhar meu papel como posso.

Mesmo com meu coração moído, te amo a cada minuto do meu dia!

2 comentários:

  1. Querida. Consigo entender a dor que vc sente. Ao menos tento imaginar .. pq entender msm só quem passa por isso. Mas tem alguem, um alguém muito a cima de tudo isso .. muito acima das suas dores, muito a cima das suas preocupações e sabe de tudo o qe faz! Nós sabemos qe há coisas na vida que nao voltam mais, e que se anular ou se deixar frustrar por essas coisas só nos matam. E realmente o que adiante estar VIVO, se ao mesmo tempo .. estamos mortos, mortos para o que a vida tem de belo. Olha, Deus contempla tudo que vc passa, e Ele é o único que pode saciar a dor da sua Alma, te deixar em paz, e te dar realmente UMA NOVA VIDA. Afinal Jesus se entregou por nós para vivermos.. vivermos e o adorar e sentir o seu amor. Ele se entregou por voce, e quem sabe .. vc se encotra com sua qerida lá no ceu, basta buscar Aquele , o Único qe pode te levar até lá. Deus deu a vida a ela, e se Ele a tirou .. foi por algum motivo.
    Ele irá te ajudar, entregue-se a Ele. Vá a alguma igreja evangelica, Deus nos ama, e quer te abençoar, e a bênção dEle vai mt além de recursos materiais, nao é isso ! Ele é o príncipe da paz, o Rei do universo, e a qualquer momento .. Ele pode te dar o mais importante: vida de amor e paz novamente.
    Em nome de Jesus. Medite nestas palavras, creio que não será grande sacrifício. Orarei por você. Te amo em Cristo.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  2. Médium Fernando ben muito bom

    ResponderExcluir

Por favor, deixe um email para contato.