Total de visualizações de página

sexta-feira, 18 de novembro de 2011

A CENA QUE VOCÊ PERDEU


Fazia frio aquela noite.
Eu vestia, há dois dias, uma calça jeans, uma blusa preta que deixava minhas costas à mostra e calçava um chinelinho.
Por boa parte daquela noite, meu corpo se manteve anestesiado de forma a não me permitir sentir uma gota sequer de desconforto pela baixa temperatura.
Mas, por um momento, me dei conta de que precisava tomar um banho e me agasalhar, pois estava ficando com os pés congelados.
Algumas pessoas que compareceram ao velório, eram pessoas que não via há anos...
O Reinaldo foi uma das presenças que mais me deixou comovida.
Me lembro que, uns dois meses antes de você partir, contei que ele havia me reencontrado pelo facebook.
Depois, me lembrei de que você nem fazia idéia de quem ele era!
Atualizei você de parte da minha adolescência e deixamos a vida correr...
De repente, ele estava lá.
Perguntou se eu queria meias pros meus pés gelados.
Eu ri, dizendo que sim, perguntando se ele ia ficar descalço pra me dar as dele.
Foi o que fez.
Aquela pessoa altíssima, com pés enormes, ficou descalça em favor dos meus pés congelados.
Naquele momento, consegui sorrir e dizer que aquela cena era uma das cenas que você deveria ter presenciado, ou que eu, ao menos, tivesse o direito de poder descreve-la à você.
Você teria achado aquilo hilário!
Mas já não dava mais... Você já não podia me ouvir.
Sua partida, embora vocês não tivessem nunca se visto, mexeu bastante com ele.
E eu o entendi.
E o agradeço muito por ter estado ao meu lado por alguns instantes naquela noite.
Pessoas como ele, e com a importância que ele tem na minha vida, foram responsáveis por todo o meu controle e por minha serenidade naquele momento tão esquisito...
Queria que vocês tivessesem se conhecido...
Você, Bianca, compartilhou comigo segredos, loucuras e insanidades.
Riu de mim, riu pra mim e riu comigo.
Sorriso da boca imensa e feliz, do rosto com covinhas e dos olhos lacrimejantes...
Quanta falta me faz, minha menininha...

Um comentário:

  1. Que bom teve ao menos o apoio de pessoas queridas...
    Fique em Paz!

    ResponderExcluir

Por favor, deixe um email para contato.